Festival Internacional de Poesía de Medellín

Malangatana Ngwenya (Marracuene, 1936)

Mulher

Nas águas frescas do rio
vamos ter peixes imensos
que darào o sinal do
fim do mundo talvez
poque vào dar cabo da mulher
a mulher que embeleza os campos
a mulher queé o fruto do homem

Oh peixe voador, acaba com a rusga
porque a mulher é o ouro do homem
quando ela canta até parece
a viola do fadista bem afinada
quando ela morrer cortarei
o cabelo dela para livrar-me do pecado

O cabelo da mulher será cobertor
do meu caixào , quando outro Artista
me charmar lá no Céu para me pintar
o seio da mulher será a minha almofada
o olho da mulher abrirá-me o caminho do Céu
a barriga da mulher vai ma nascer lá em cima
quando subir aos Céus

Malangatana Ngwenya. Artista multifacetado, que pinta, canta, danca, faz poemas, teatro, cerâmica e escultura.

Site Map
Gulliver: